Temporal da vaca

Voltar

 

Nossa Senhora dos Remédios, padroeira do Arraial do Cabo, sempre foi muito venerada pelo povo do lugar, principalmente pelos pescadores. A santa era considerada uma imagem milagrosa. Várias doações eram feitas para a padroeira: ganhava animais, barcaça de sal, dinheiro etc. Tudo isso era revertido em melhorias da igreja e também em ajuda para sua festa.

O Sr. Eurico Aguiar, que possuía grande quantidade de gado no Arraial, fez a doação de uma vaca para Nossa Senhora. O animal ficava pastando no Morro do Atalaia. Em Arraial, só se comia carne fresca em dia de festa e, quando alguém queria matar um gado para vender, primeiro saía com um caderno anotando de porta em porta quantos quilos de carne as pessoas iriam comprar. Só depois do levantamento feito, o açougueiro matava o boi.

Era festa no lugar e foram pegar a vaca que o Sr. Eurico havia doado à Nossa Senhora. O animal era muito espantado e vários rapazes foram para o Atalaia capturá-lo. Muito assustada, a vaca correu para o Morro da Cabocla.

Lá, prepararam um laço para prendê-la. Ao verem a vaca totalmente indefesa, os rapazes a espancaram e morderam seu rabo, arrancando-o. De repente, o céu começou a ficar negro como noite e caíram pingos grossos o suficiente para encher um copo. A comunidade, que presenciava a “judiação” com o animal, insinuou:

– Isto é castigo de Nossa Senhora!

Em seguida, todos correram apavorados com o temporal que caía sobre o Arraial. Quando as pessoas chegaram próximo ao local onde hoje está o estádio, a água já havia subido uns dois metros. A comunidade pesqueira teve de colocar canoas para o transporte da população. Abriram uma enorme vala – no lugar em que, atualmente, existe o valão, em frente à prefeitura – para as águas escoarem para o mar. Era janeiro de 1930. Esse dia ficou conhecido como “o temporal da vaca” e é lembrado até hoje.

Fonte: site agoracabofrio


( ! ) Warning: Unknown: write failed: Disk quota exceeded (122) in Unknown on line 0

( ! ) Warning: Unknown: Failed to write session data (files). Please verify that the current setting of session.save_path is correct (/tmp) in Unknown on line 0